APPAC em Ponta Grossa

Associação de Preservação do Patrimônio Cultural e Natural

APPAC

Associação de Preservação do Patrimônio Cultural e Natural

A APPAC é uma entidade sem fins lucrativos que tem como uma de suas finalidades "consolidar redes de promoção e defesa do Patrimônio Cultural e Natural", com ênfase na região dos Campos Gerais.

Nossa história

Em 2015, a Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa, em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Ponta Grossa (IPLAN) e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), promoveu o I Congresso de Patrimônio Cultural: Patrimônio Cultural e Natural dos Campos Gerais e o II Simpósio Pontagrossense de Patrimônio CulturalII Simpósio Pontagrossense de Patrimônio Cultural. Esses eventos foram realizados simultaneamente, entre os dias 17 e 21 de agosto daquele ano. Devido à considerável e diversificada participação de inscritos, esses dois eventos estimularam a busca pela ampliação das discussões sobre a importância da relação entre a comunidade e o poder público municipal para a preservação do Patrimônio Cultural e Natural dos Campos Gerais.

A partir da constatação de que havia uma demanda reprimida por conhecimento e discussões a respeito do patrimônio cultural e natural da região, alguns pesquisadores da temática, que participaram dos eventos, decidiram criar uma entidade que pudesse contribuir para a ampliação desse diálogo, por meio da realização de eventos acadêmicos e da vigilância constante sobre o patrimônio cultural e natural regional. Assim, no dia 26 de fevereiro de 2016, foi fundada a Associação de Preservação do Patrimônio Cultural e Natural (APPAC).

Fonte: MONASTIRSKY, L. B. et al. Colóquio Educação e Patrimônio - Cultura e Natureza nos Campos Gerais: o papel da extensão acadêmica na preservação do Patrimônio. In: Seminário de Estudos Culturais, 1., 2019, Ponta Grossa. Trabalhos apresentados em 2019 [...] Ponta Grossa: Conselho Municipal de Política Cultural, 2019. Disponível em: https://cultura.pontagrossa.pr.gov.br/seminario/. Acesso em: 04 jun. 2024.

APPAC

Associados presentes na cerimônia de fundação.

Associados

Alvaro Daniel Costa

Bárbara Cristina Kruse

Bianca Camargo Martins

Brendo Francis Carvalho

Cristiana Ferreira Schilder

Cristiane Aparecida Mika

Elizabeth Johansen

Emanuele de Almeida

Everton Miranda

Fabelis Manfron Pretto

Gabriel Santos Dib Ferreira

Gabriela de Lima Manique Barreto

Gabriela Kratsch Sgarbossa

Giovana Paganini

Igor Fabian de Goes Lopes

Ingrid Cristina Ligoski de Ávila

Jeanine Mafra Migliorini

Kathleen Alessandra Coelho de Andrade Villela de Biassio

Leonel Brizolla Monastirsky

Letícia Leal de Almeida

Lilian Machado

Marcia Maria Dropa

Maria Ângela Pilatti

Milena Santos Mayer

Nisiane Madalozzo Wambier

Osmar Ansbach

Rafael Schoenherr

Rosana Nadal de Arruda Moura

Samara Hevelize de Lima

Simone Koniski Guimarães

Valéria Quadros Ferreira

Viviane Regina Calikevstz

Atuação em Conselhos

Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (COMPAC)

Titular: Gabriel Santos Dib Ferreira

Suplente: Letícia Leal de Almeida

Conselho Municipal de Políticas Culturais de Ponta Grossa (CMPC)

Titular: Brendo Francis Carvalho

Suplente: Letícia Leal de Almeida

Conselho Estadual de Cultura do Paraná (CONSEC)

Área de representação: Patrimônio cultural material e imaterial

Biênio 2020-2022: Brendo Francis Carvalho (Suplente)

Biênio 2017-2019: Viviane Regina Calikevstz (Titular)

Conselho Consultivo do Parque Nacional dos Campos Gerais (PARNA) – Setor de Turismo e Cultura

Titular: Igor Fabian de Goes Lopes

Suplente: Brendo Francis Carvalho

Comitê da Bacia do Rio Tibagi (2022-2026)

Área de representação: Sociedade Civil: ONG

Titular: Igor Fabian de Goes Lopes

Entidades Parceiras

Associe-se

Para se associar, preencha o formulário e aguarde nosso contato!

Conforme definido no Estatuto, novos associados precisam da recomendação e aceitação de 3 (três) membros da Associação e devem cumprir no mínimo 3 (três) dos 5 (cinco) requisitos abaixo listados:

I - Possuir escolaridade mínima de Ensino Médio completo, comprovada através de certificado ou diploma;

II - Possuir formação técnica e/ou produção científica relacionada ao patrimônio cultural e natural, comprovada através de certificado, diploma, carta de recomendação ou semelhantes;

III - Possuir histórico de vida voltado à questão do patrimônio cultural e natural, comprovada através de testemunhos, registros em jornais, periódicos ou semelhantes;

IV - Atuação profissional vinculada ao patrimônio natural e cultural, comprovada através de certificado, acervo técnico, relato de clientes, holerite, CNPJ ou semelhantes;

V - Ser residente e domiciliado na região dos Campos Gerais, comprovado através de comprovante de residência atualizado.

Powered by Katz - Soluções Web